15 de jun de 2010

Purgando a mora

pensan Tenho recebido questionamentos de leitores de Tucuruí, onde eu fui vice-prefeito e prefeito por duas vezes.

 

Os questionamentos são em virtude de eu não me manifestar sobre a política local.

 

Alegam que eu me preocupo demais com o governo do Estado e esqueço "os desmandos" na minha cidade natal.

 

Eu não esqueço de Tucuruí: embora a minha atuação política se tenha deslocado dos limites do município, nele estão as minhas raízes gentílicas.

 

Sei de tudo o que acontece na cidade, mas, acompanho silente o desenrolar dos acontecimentos: não me sinto com propriedade suficiente para interferir nos assuntos locais, pois não tenho elementos para avaliar o que a minha interferência vai causar.

 

Este cuidado é o fardo do meu silencio. Já fui prefeito e tenho conhecimento das dificuldades que todo administrador enfrenta, em uma Tucuruí que insiste em não sair de equívocos que só podem ser vistos nos escaninhos mais escuros de suas esquinas.

 

Por deliberação partidária e eventualidade parlamentar exerço um mandato de deputado e, como tal, devo dedicar meus esforços às questões do Estado e à missão de liderar uma das mais importantes bancadas do Poder Legislativo, composta por sete deputados do PMDB, inclusive o presidente do Poder.

 

Quando um cidadão vota em um candidato a deputado estadual, é isto que ele está determinando: cuide das questões do Estado, dedique-se a elas, represente os meus interesses junto ao Poder Executivo Estadual.

 

É isto que eu faço todos os dias. Não há dia em que, no plenário da Assembléia Legislativa, eu não esteja a postos para cumprir a missão que me foi promulgada pelo povo e outorgada pelo meu partido.

 

No município há um Poder Legislativo, que exerce a sua finalidade através da Câmara de Vereadores: são os vereadores que devem desenvolver as atitudes, a nível municipal, que eu desenvolvo a nível estadual.

 

No momento em que eu me colocar a intervir nas questões municipais, eu estarei usurpando o poder local.

 

Poder-se-á retrucar que os vereadores, por razão qualquer, não fazem este papel, mas, em verdade, este estribo é apenas eventual, pois, façam ou não, eles detêm um mandato e são locatários das respectivas prerrogativas.

 

Se os locatários das prerrogativas municipais não estão exercendo as mesmas a contento, eu não estaria à vontade para lhes fazer às vezes.

 

Não posso, todavia, me furtar a considerar os pontos que de Tucuruí me vêm, pois eles começam a se tornar de contumaz frequência: calar sobre eles poderia ser considerado uma omissão, e como eu sempre me posicionei sobre questionamentos que me chegam, talvez eu deva achar que possa ser o tempo de tomar a atitude.

7 de jun de 2010

Pauta de reinvindicações

Abaixo a pauta de reinvindicações dos colonos que ocupam, desde 01.06, a sede do INCRA de São Felix do Xingu.

 

MOVIMENTO SOCIAL

NO INCRA UNIDADE AVANÇADA /XINGU

 

Nós do movimento Social da PA 279 organizados em ato de indignação com o desrespeito e covardia com a Reforma Agrária do Alto Xingu, como a exoneração do nosso chefe da UA/XINGU Hélio Jorge Costa e tantas outras demandas que a tanto esperamos, segue abaixo nossas reinvindicações:

 

1. A imediata recondução do Srº. HELIO JORGE COSTA;

 

2. Pagamento de recurso de infra estrutura de 2009:

a. Município de São Félix do Xingu valor R$ 2.700.000,00

b. Município de Tucumã valor R$ 1.500.000,00

c. Município de Ourilândia do Norte valor R$ 700.000,00

d. Município de Água Azul do Norte valor R$ 1.000.000,00

 

3. Mantenha acordo do recurso de infra estrutura de 2010:

a. Município de São Félix do Xingu valor R$ 3.000.000,00

b. Município de Tucumã valor R$ 2.000.000,00

c. Município de Ourilândia do Norte valor R$ 2.000.000,00

d. Município de Água Azul do Norte valor R$ 2.000.000,00

 

4. Assentamento imediato APYTERWA mesma bacia hidrográfica;

 

5. Empenho e pagamento do recurso de Créditos Instalações imediato dos Processos das Associações do POMBAL:

a. Apoio

b. Habitação

c. Fomento

 

6. Transferência dos lotes alagados para a área de Manoel Bento e Irmão, Gilberto, João Miguel Melete e Manoel Dorizon;

 

7. Colocar em RB os assentados cadastrados que faltam ser homologados;

 

8. Tirar os nomes de assentados do código 13 e evadido colocado no sistema indevidamente;

 

9. Atendimento de toda a Demanda de 2010;

 

10. Atendimento da Infra Estrutura do PA Pombal na demanda 2009 e 2010;

 

11. Implantação de uma ponte sobre o Rio Triunfo, para dar acessibilidade ao PA POMBAL;

 

12. Liberação de Empenho de 46 Habitações do PA ARAPARI;

 

13. Liberação de Empenho de 25 Reformas do PA ARAPARI;

 

14. Liberação de Técnicos para cadastro dos assentados em RB;

 

15. Assentamento imediato das 50 famílias que já estão acampadas no PA POMBAL Unidos pela Terra (Presidente Cazuza);

 

16. Assentamento imediato de 50 famílias que já estão acampadas Inclusão Já (Presidente Nelson;

 

17. Assentamento imediato de 100 famílias que já estão acampadas PA SUMAUMA II;

 

18. Expansão do PA SUMAUMA II;

 

São Félix do Xingu/PA, 04 DE junho de 2010.

3 de jun de 2010

Manifesto rural

traba

MOVIMENTO SOCIAL DA PA 279

NO INCRA UNIDADE AVANÇADA /XINGU

 

Nós como representantes dos assentados da região da PA 279 atendidos pela Unidade Avançada Xingu e como cliente da reforma agrária que teve sempre respeito neste Governo Lula, que se coloca como representante das classes menos favorecidas, estamos indignados com a atitude de exoneração do chefe, como atitude mesquinha, retrógrada e ditadora da Srª. Superintendente da SR-27 que se coloca como representante do Governo Federal.

 

Como uma pessoa que já esteve do lado de cá como representante do STTR, toma atitudes inadmissíveis com um ato de covardia, em primeiro lugar com um companheiro de trabalho, pois como chefe ele não foi nem avisado de tal ato, e se foi questão administrativa ele deveria ter como se explicar, ou ser ouvido e, no entanto o Srº. Helio Jorge Costa foi exonerado; simplesmente ouviu um conversa e buscou na internet e como surpresa lá estava sua portaria de exoneração. Senhora onde está a ética profissional? A senhora sabe o que isso significa?

 

A forma com que foi feita não deixa duvida de um ato de retaliação política por parte do Srº. Deputado Federal José Geraldo e Deputada Srª. Bernadete e seu esposo Luiz Carlos, pois como ele disse em todas as reuniões que fez nos municípios que ele se mudara para Marabá para comandar o INCRA – SR-27 de perto e com mãos firmes, para fazer de sua esposa Deputada Bernadete a Deputada mais bem votada do Estado do Pará, ele, Luiz Carlos como Prefeito de Marabá e o Srº Deputado José Geraldo será Senador e este é o projeto do grupo que se apossou da Superintendência Regional do Sul do Pará – INCAR (SR-27), como se fosse a casa deles, e neste projeto quem não lê na cartilha de vocês é inimigo.

 

Como a Senhora Superintendente Rosinete Lima da Silva, em uso de sua palavra disse em público em uma reunião dia 13/05/2010 no Município de Conceição do Araguaia – reunião do INCRA Unidade de Conceição, no clube da maçonaria onde a senhora no uso da palavra que era uma honra ser amiga pessoal da Senhora Deputada Bernadete Tem Ca Tem e que têm orgulho em dizer que se orgulha de ter votado na Srª. Bernadete por duas vezes e em outubro de 2010 votará novamente pela terceira vez. A Senhora vai nos assentamentos sempre com sua amiga Deputada Bernadete a tira colo claro, reinaugurando obras e fazendo teatro de entrega de máquinas (que já haviam sido entregues), atos estes feitos anteriormente pelo Ex-superintendente Raimundo Oliveira no uso do cargo.

 

Companheira, respeite esta casa a qual você exerce um cargo que representa o Governo Lula, você não pode usar da caneta para massacrar tantas famílias, que já estamos numa região tão sofrida, já somos tão penalizados; o INCRA, deve ser usado a nosso favor a favor da Reforma Agrária.

 

Senhora Superintendente o tempo do voto de cabresto já passou, não estamos no seu curral eleitoral, somos pessoas simples mais sabemos nossos direitos, pois como a senhora mesmo avalia o trabalho dele no fax nº 54/10 do dia 01/06/2010 (que tem sua assinatura), seu próprio gabinete onde diz o seguinte sobre o Srº Hélio Jorge Costa;

 

“Outrossim, esclarecemos que esta Regional, vem agradecer-lhes os relevantes trabalhos desenvolvidos neste Órgão, em prol de uma Reforma Agrária justa e social, sempre demonstrando presteza, responsabilidade e habilidade, durante o tempo em que esteve a frente dessa Unidade Avançada”.

 

Essa manobra de indicar para UA-XINGU sua conterrânea de São Geraldo, e amiga Srª Viervaldina Costa Zardo “DINA” é mais uma clara demonstração do uso de crivo político, pois sabemos que ela faz parte deste projeto de grupo.

 

O Srº. Helio Jorge Costa no uso de seu cargo sempre fez tudo que estava em seu alcance não medindo esforços para nos atender e de fato assumir a UA-XINGU, mesmo dentro de suas limitações e retaliações que a Senhora fez desde que assumiu o cargo.

 

Nós estamos aqui na Unidade Avançada Xingu acampados reivindicando o retorno do Hélio como Chefe, e não aceitaremos imposição ditadora e covarde, por parte de quem quer que seja. A Srª. Virvaldina Costa Zardo “DINA”, não irá jamais comandar esta Unidade, pois atos de retaliação política não serão aceitas por nós. Este tipo de manobra em pleno pleito eleitoral fere a democracia tão defendida por este Governo; é um ato do coronelismo do tempo em que este órgão era comandado por militares. Nós Senhora Superintendente somos homens e mulheres de bem que tiram da terra seu sustento e mais uma vez não nos acovardaremos diante deste ato, nossa bandeira é lutar por ética e respeito na direção deste órgão. estamos ocupando a unidade não iremos negociar com a SR-27 apenas com o INCRA Nacional para que saibam como de fato funciona este órgão em Marabá, e temos outros pontos a negociar.

 

Exigimos em primeiro lugar a recondução do Srº. Helio Jorge Costa ao cargo de Chefe da Unidade Avançada Xingu.

 

Atenciosamente,

 

STTR DE SÃO FELIX DO XINGU na pessoa da presidente Srª. Claudenir;

STTR DE TUCUMÃ na pessoa do presidente Srº. Pelé;

STTR DE OURILÂNDIA na pessoa do presidente Srº. Firmino;

STTR DE ÁGUA AZUL DO NORTE na pessoa do presidente Srº. Carlão;

SINTRAF DE SÃO FELIX DO XINGU na pessoa da Srº. Dinorá

AAÇÕES na pessoa do presidente Srº. Abidiel

FETAGRE REGIONAL DO SUL DO PARÁ, na pessoa do presidente Srº. José Gonçalves.

 

Como representantes de todas as associações aqui acampadas.