27 de ago de 2012

Nota da Frente Belém nas Mãos do Povo (PSOL-PCdoB-PSTU)

Shot004

DENÚNCIA – A MANIPULAÇÃO DAS PESQUISAS JÁ COMEÇOU

1. Na edição deste domingo (26), o jornal O Liberal publica uma pesquisa de intenção de voto do instituto Vox Populi para a Prefeitura de Belém que, mais uma vez confirma a liderança de Edmilson por ampla margem de vantagem em relação aos outros candidatos. No entanto, o tratamento editorial que compara as pesquisas de dois institutos (Ibope e Vox Populi) diferentes, com metodologias e desenho amostral distintos fere qualquer norma de bom jornalismo. Ao utilizar esta manobra, com apoio de gráficos e recursos visuais o jornal pretende passar a seus leitores a falsa impressão de que teria havido ao longo das últimas duas semanas mudanças significativas nas intenções de voto, com queda ou crescimento entre os diversos concorrentes.

2. Para ampliar o conteúdo manipulador, o texto de abertura da “matéria”, na mesma primeira página, afirma que a pesquisa Vox Populi “mostra mudança na intenção de voto após início do horário eleitoral”, sem destacar que até a data da publicação da pesquisa tinham ido ao ar tão somente dois programas eleitorais gratuitos para prefeito e um número limitado de inserções o que, como é óbvio, é muito pouco para sustentar tal afirmação.

3. Embora a pesquisa da Vox Populi confirme a liderança folgada de Edmilson, é evidente que a manipulação das pesquisas eleitorais já começou – recurso típico de candidatos com muito dinheiro e poucos votos- numa tentativa espúria de influenciar a definição de votos do eleitorado e tentar desta forma anti-ética, deter a maré crescente pró- Edmilson, visível de tal forma nas ruas de Belém que torna factível, inclusive, a vitória no primeiro turno, como até mesmo a pesquisa Vox Populi confirma.

4. A Frente Belém nas Mãos do Povo conclama seus militantes e apoiadores a permanecerem vigilantes e mobilizados para denunciar o vale tudo eleitoral e qualquer tentativa de manipulação das pesquisas eleitorais. A utilização de métodos desqualificados na disputa ainda nos primeiros dias da contenda eleitoral revela o desespero daqueles que temem a volta de Belém para as mãos do seu povo.

Belém, 26 de agosto de 2012

Coordenação da Frente Belém nas Mãos do Povo (PSOL-PCdoB-PSTU)

Em Defesa da BECA como Guarda da JUSTIÇA!

Shot003

Sinto-me grande, imensamente grande, dentro desta beca. Ninguém, neste mundo, maior do que eu dentro dela. Não por merecimento pessoal. Jamais por virtude própria. Vestido desta beca, estou armado defensor da Lei. Como defensor da Lei, sou Sacerdote do Direito. Como Sacerdote do Direito, sou Guarda da Justiça. Como Guarda da Justiça, sou Arauto da Verdade. Como Arauto da Verdade, aproximou-me intimamente de Deus, que é a fonte única, imanente e eterna da Verdade.

Por isso, dentro desta beca, ninguém, neste mundo, maior do que eu!

Que orgulho de ser ADVOGADO! Que audácia de dizer que ninguém nesse mundo maior que nós, ADVOGADOS!

Em discurso proferido pelo Mestre Aldebaro Klautau, como presidente da OAB/PA em 1957, o “ELOGIO DA BECA” é um marco histórico da advocacia paraense, que nos remete a grandeza e responsabilidade em sermos ADVOGADOS.

Conteúdo, verdade, coragem, independência, representatividade, honradez, dignidade..., eram virtudes imediatamente associadas ao ADVOGADO.

E hoje?... Que virtudes são a nós associadas!!??

Vimos nossa Instituição, pouco a pouco, ser relegada ao limbo da credibilidade e da representatividade. Nossa causa e a defesa de nossa profissão foram desvirtuadas.

A postura individualista, a falta de transparência e de priorização às conveniências e pretensões pessoais, permitiram transformar a Ordem em instrumento para satisfação de interesses umbilicais.

BASTA!!!

Chega de grupos sectários, compadrio e partidarização! Essa não é a Ordem que nos espelha.

A honradez de nossa profissão reclama uma OAB + Ética, + Coletiva e + Interativa. É chegada a hora em que até os calmos precisam se envolver na reconstrução do que é nosso e inerente a cidadania brasileira.

Somos ADVOGADOS, merecemos RESPEITO!

É nesse contexto que convocamos todos os ADVOGADOS a participarem desse movimento de resgate da ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL e do justo orgulho de ser ADVOGADO, elevando-nos, novamente, ao patamar de:

NINGUÉM NESTE MUNDO MAIOR DO QUE NÓS!

14 de ago de 2012

PTbras

Shot017

Nunca antes na história deste país a mais importante empresa brasileira serviu tanto aos interesses do governo e de um partido. O petismo praticamente "privatizou" a Petrobras, colocando em segundo plano os interesses da empresa e do Brasil.

A Petrobras não cumpre metas de produção desde 2003 e, com isso, perdeu receita de R$ 50 bilhões. Os prejuízos com a importação de gasolina e diesel neste ano já somam R$ 2,9 bilhões, valor 239% superior ao do mesmo período de 2011 (R$ 648 milhões).

De quebra, os preços artificialmente baixos da gasolina vêm inviabilizando o etanol. As importações de gasolina aumentaram em 370% em relação ao mesmo período de 2011. Mas as incongruências não param aí: o custo da refinaria Abreu e Lima (Pernambuco) -projeto em "parceria" com a venezuelana PDVSA, que ainda não aportou nenhum recurso na obra- multiplicou-se por dez, de US$ 2,3 bilhões para US$ 20,1 bilhões.

As refinarias Premium I e II (Maranhão e Ceará), previstas para 2013 e 2015, foram adiadas para 2017. Também em decorrência de atrasos crônicos, o Comperj mantém encaixotados equipamentos sofisticados à espera do porto e da estrada que dariam apoio logístico à obra e que não existem.

A Petrobras comprou uma refinaria em Pasadena (EUA) por US$ 1,18 bilhão, em duas etapas, quando a ex-sócia adquiriu o ativo por US$ 42,5 milhões sete anos atrás. Trata-se de uma valorização de 2.700%.

O navio-petroleiro João Cândido voltou ao estaleiro Atlântico Sul por erros de projeto e entrou em operação com dois anos de atraso. Há dúvidas sobre as demais encomendas, visto que o sócio detentor da tecnologia -a coreana Samsung Heavy Industries- abandonou a parceria e não há substituto.

Desde o processo de capitalização em 2010, o comportamento das ações da Petrobras ficou abaixo do Ibovespa. Agora, a presidente da empresa, Graça Foster, parece estar disposta a enfrentar os malfeitos herdados pelo petismo do próprio petismo, em uma década de desapreço pela gestão profissional. No entanto uma gestão com os diagnósticos corretos não será capaz de inverter esse quadro de deterioração se não houver uma mudança de orientação do governo Dilma, que é o acionista controlador, em relação à Petrobras.

Garantir maior transparência dos atos e motivações que definem as decisões da empresa é uma das questões que se colocam. Outro bom começo seria combater o aparelhamento a que a companhia vem sendo submetida. Uma empresa estratégica e complexa como ela não pode funcionar como moeda de troca pelo apoio de partidos ao governismo.

O maior desafio é, portanto, acabar com a PTbras e trazer de volta para os brasileiros a Petrobras.

Artigo assinado por AÉCIO NEVES, publicado na "Folha de S. Paulo" em 13.08.2012.